8 de agosto de 2014

João: roqueiro, pedestre e cidadão.

      João tem 15 anos e é estudante. Adolescente cheio de conflitos, como a
grande maioria dos jovens de sua idade, João é apaixonado por rock. Ao
completar 12 anos ganhou de seu pai uma guitarra e conheceu a banda que
ainda hoje é a sua preferida: os Beatles.
      A paixão pela banda fez João mudar seu próprio apelido: não queria
mais ser chamado de Joãozinho, mas sim John, em homenagem ao seu Beatle
preferido, John Lennon.
      Todos os dias João acorda cedo (ainda que isso não lhe agrade nem um
pouco) e caminha até o colégio, distante algumas quadras de sua casa. No
percurso, sempre ouve a mesma trilha sonora: as canções dos quatro rapazes.
      Certo dia, indo para o colégio, João caminhava com o fone de ouvidos
no último volume, e estava distraído quando atravessou a via fora da faixa de
pedestres, sem perceber um carro que se aproximava com velocidade.
      Tentando evitar o acidente, o veículo buzinou, mas João não ouviu por
causa do alto volume da música. O motorista reduziu a velocidade e freou,
porém não conseguiu evitar o atropelamento. Por sorte, o garoto teve
ferimentos leves e foi levado para casa, pois o médico havia lhe recomendado
repouso.
      Em casa, João deitou e adormeceu em pouco tempo. Já sonhando, o
jovem recebeu a surpresa mais inesperada de todos os tempos: a visita de
seus quatro ídolos do rock, os Beatles! João mal acreditou que eles estavam
na sua casa, conversando e compartilhando muitas histórias.
      Entre essas histórias, eles contaram que certa vez John Lennon também
havia atravessado a rua desatento, e por muito pouco não se machucara.
      Desse acontecimento surgiu a idéia para a foto mais consagrada da banda: a imagem dos quatro músicos atravessando a avenida Abbey Road em uma faixa de pedestres. Eles queriam levar ao mundo todo a importância de ser um pedestre consciente.
      John Lennon, o Beatle preferido de João, advertiu ao garoto que um
pedestre consciente é um pedestre sempre atento. Trânsito não combina com
distração, assim como um acorde de uma música pode não combinar com
outro. O músico lembrou que trânsito exige foco e atenção, e deve ser levado a sério. Fones de ouvido e celular, por mais divertidos ou necessários, devem ser utilizados em outros momentos.
      Paul Mc Cartney, sempre muito simpático, aconselhou o garoto a prestar
muita atenção nos semáforos, pois cada cor tem um tempo a ser respeitado,
exatamente como cada batida em uma canção. 
      O Beatle Ringo proibiu João de atravessar a via sem olhar para os dois
lados! Um bom músico tem que estar atento a tudo o que acontece ao seu
redor, e um pedestre consciente não deve fazer diferente.
      Por fim, o último Beatle, George, lembrou que assim como numa banda,
João nunca está sozinho no trânsito, e para que tudo se saia bem, cada um
deve cumprir o seu papel com responsabilidade. George ressaltou que todos
nós fazemos parte do trânsito: o motorista, o pedestre, quem dirige e também quem caminha pelas ruas da cidade. Os trabalhadores apressados em direção aos seus locais de trabalho, os vendedores ambulantes, os artistas de rua, turistas, todos fazem parte do trânsito e devem respeitá-lo.
      Depois de muitas horas de conversa, João acordou muito entusiasmado,
e não acreditava que havia recebido essa visita tão especial. Imediatamente, o menino correu até o armário, revirou suas caixas e cd’s, e colou na parede uma lembrança que lhe serviria de lição para o resto da vida: o famoso pôster dos Beatles e a faixa de pedestres. Depois daquele dia, João redobrou a atenção nas ruas, cumprindo seu papel de pedestre consciente. Já não atravessa vias fora da faixa de pedestres, fica atento a tudo o que acontece ao seu redor e até deixa o fone de ouvidos dentro da mochila.
      Na escola, João se intitulou o “roqueiro cidadão”, e sempre conta aos
colegas sobre a visita que recebeu, compartilhando a lição aprendida:
“O trânsito é de todos. O pedestre também contribuir para um trânsito mais seguro".

Crônica de Mirelle Papaleo Koelzer 
Segunda colocada do 5º Prêmio CET de Educação de Trânsito

Os Beatles atravessando a Abbey Road (Foto tirada em 08/08/69)

  retirado: http://www.revistabula.com/398-as-10-fotografias-mais-famosas-da-historia/
Uma das fotografias mais famosas da história foi feita no dia 8 de agosto de 1969. A fotografia que imortalizou o fotógrafo escocês Iain Macmillan foi tirada do lado de fora dos estúdios Abbey Road, em Londres. Foram feitas seis fotos. Reza a lenda que o fotógrafo só teve dez minutos para clicar os músicos atravessando a faixa de pedestres da famosa rua londrina. Lennon teria dito: “Vamos tirar logo essa foto e sair daqui, deveríamos estar gravando o disco e não posando pra fotos idiotas”. McCartney aparece de pés descalços na fotografia, fato que alimentou a lenda de que ele estaria morto, vítima de um acidente de carro três anos antes. Fotografia: Iain Macmillan

0 Comentários :